Guilda Harbingers of Chaos

Forum para membros da guild Harbingers of Chaos Wow-Brasil
 
InícioCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Capítulo 1

Ir em baixo 
AutorMensagem
Zackaryn
Admin
avatar

Mensagens : 101
Data de inscrição : 18/12/2009
Idade : 29
Localização : São Paulo

MensagemAssunto: Capítulo 1   5/4/2010, 15:23

CAPÍTULO 1- PARTE I

--------------------------------------------------------------------------------

A criação do universo e o surgimento dos Titãs - O Começo dos tempos

A origem do Universo em Warcraft permanece uma incógnita. Teorias científicas cósmicas apontam que o universo foi criado por uma grande explosão , o “Big Bang” . Assim , os astros , as estrelas e os planetas foram formados e dispersados no Great Dark ( Grande Escuridão) , constituindo o Universo.



Teorias religiosas acreditam que esse “Big Bang” existiu , mas não seria apenas um fenômeno físico , e sim o início da criação máxima de um deus todo-poderoso onipotente , hipótese apoiada pelos sacerdotes de Northshire Abbey (Azeroth ) , e que há muito já faziam referências e exaltavam um criador único que seria responsável pela criação de todo o Universo e a fonte sagrada de poder de paladinos e sacerdotes , a “ Holy Light” ( Luz Sagrada ) como é conhecida .

Embora sua origem exata ainda permaneça incerta, está claro que após o surgimento do Universo e sua expansão até a forma atual que conhecemos ( Galáxias , Sistemas , Estrelas e Planetas ) , uma raça de seres poderosos surgiu , não se sabe de onde , para trazer estabilidade a vários mundos e assegurar um futuro seguro para os habitantes primitivos dos diversos planetas : esses seres foram chamados de “ Titãs” .





Esse seres colossais, de pele metálica , verdadeiros deuses das mais distantes partes do cosmos , os Titãs exploravam o universo recém-criado e logo começaram a moldar os mundos que encontravam pela frente . Deram forma a vários planetas , erguendo poderosas montanhas e profundos e vastos vales e oceanos. Eles até mesmo conferiram poderes a algumas raças primitivas , nos diversos planetas por onde passavam , a fim de ajudarem na proteção dos respectivos mundos por eles vigiados . Tudo parecia fazer parte de um grande plano orquestrado para trazer ordem ao caos primitivo original . Regidos por um único conselho denominado o Panteão, os Titãs trouxeram ordem a centenas de milhões de mundos dispersos por toda a Grande Escuridão, durante as primeiras eras da criação .

O Panteão , cujo propósito principal era trazer estabilidade e tranqüilidade aos diversos mundos , estava sempre vigilante contra a ameaça de possíveis ataques de entidades malignas extra-dimensionais do caótico Twisting Nether - o chamado Submundo Inferior . O Submundo Inferior consistia de uma dimensão etérea de magia maligna caótica , que se conectava por portais ao nosso universo físico . Lar de incontáveis seres maléficos e demoníacos que desejavam destruir toda forma de vida e absorver suas energias .

Para produzir o caos em nosso universo precisavam primeiramente se transferir do interespaço do Submundo para nosso dimensão física . Uma vez atravessados os portais de acesso ao nosso universo , procuravam iniciar a conquista dos mundos através do domínio dos seus habitantes . Para tal , usavam táticas furtivas indiretas , como corromper ou perverter as diferentes raças e espécies , ou diretamente , através da encarnação e ocupação dos corpos dos seres mais vulneráveis . Em última instância , podiam se transportar em carne e osso para nosso plano físico em suas formas grotescas originais . Aí permaneciam com sua aparência repugnante inalterada ou então optavam por sofrer um processo de transmutação corporal para alcançar aparências benignas e saudáveis e assim se infiltrar nas sociedades do planeta-alvo e corromper seus líderes . Assim buscavam erguer um império das trevas , atraindo adeptos e buscando fontes de magia para perpetuar seu poder . Verdadeiros infernos físicos eram soerguidos nestes mundos por eles corrompidos .


Os Titãs , temendo a proliferação de todo este mal e vendo o caos se infiltrar onde antes só havia ordem , passaram a estudar uma maneira de colocar fim à emergente ameaça demoníaca proveniente do Submundo Inferior .


Sargeras e a Traição

Com o passar do tempo, as entidades malignas passaram a atacar as criações dos Titãs e ganharam muito espaço . O Panteão elegeu então seu maior titã-guerreiro, Sargeras, que há milênios cruzava o universo destruindo demônios e defendia as criações dos Titãs . Sargeras , um gigante nobre de bronze fundido, levou a cabo os seus deveres e durante vários anos caçou e destruiu seres malignos . Até que Sargeras encontrou duas raças demoníacas muito poderosas (os Eredar e os Nathrezim ), que estavam brigando para ganhar o poder e domínio do universo físico. Os Eredar eram uma raça insidiosa de feiticeiros diabólicos que usavam suas bruxarias malignas para invadir e escravizar vários mundos . Os Nathrezim , raça escura de demônios vampiros (também conhecido como Dreadlords) , conquistaram também vários mundos e corromperam milhares de cidades , consumindo as almas dos seus habitantes e escravizando os seus corpos.

Incialmente , Sargeras foi enviado pelo Panteão para destruir os demônios da raça Eredar . Sargeras, travou uma batalha terrível contra estas criaturas , conseguindo bani-las . Mas a batalha com os magos negros de Eredar trouxe graves conseqüências , pois Sargeras teve sua alma corrompida e passara a cair aos poucos nas trevas que tão valentemente combatia. A corrupção de Sargeras continuou crescendo e tomando conta dele .
Ate que mais uma vez ele foi enviado para lutar , agora contra a outra raça de demônios , os Nathrezim ( Dreadlords), chamados de “Cavaleiros do Terror”. Sargeras derrotou facilmente os Nathrezim, mas sua corrupção espiritual só se aprofundou . Com a razão distorcida pela trevas , Sargeras enlouqueceu . Quando a dúvida e o desespero destruíram seus últimos vestígios de sensatez , ele perdeu toda a fé ! Toda a fé não apenas em sua missão, mas também na visão que os Titãs possuíam de um universo ordenado. Ele chegou à paranóica conclusão pessoal de que o conceito de ordem , por si , era tolice, e que caos e degradação eram o caminho único a ser seguido . Seus companheiros Titãs tentaram argumentar e mostrar seus erros e acalmar suas emoções , mas já era tarde demais . Abandonando as fileiras do Panteão para sempre, Sargeras pôs-se à procura do seu próprio lugar no universo.

Tomado pela loucura total ao abandonar os seus semelhantes , Sargeras consumiu os últimos vestígios de seu valoroso espírito . Até mesmo sua forma titânica tornou-se distorcida pela degradação que atacou seu ser. Seus olhos, cabelo e barba explodiram em fogo e sua pele metálica abriu-se ao meio , revelando uma nova feição grotesca .



Ensandecido e delirante , passou a acreditar que os próprios Titãs tinham sido os responsáveis pela falha na criação do universo e que o conceito de ordem era a loucura suprema . E que , o caos e a depravação seriam absolutamente necessários para um novo universo e deveriam ser impostos a todo o universo na base da força . Passou a culpar seus irmãos pela fraqueza do universo civilizado e abraçou a cruzada pelo mal . Para isso iniciou seu recrutamento de poderosos seres malignos e criaturas banidas , para formar um exército imbatível e impor pela força sua filosofia do caos .
Sargeras destruiu as prisões dos Eredar e dos Nathrezim e libertou os repugnantes demônios. Essas criaturas se curvaram ante a raiva do Titã Negro e ofereceram servi-lo de qualquer forma .
Das fileiras dos poderosos Eredar, Sargeras escolheu escolheu dois tenentes, Kil’Jaeden e Archimonde , para comandar seu demoníaco exército de destruição . A Kil’jaeden, o Enganador , foi entregue o comando dos Nathrezim (Dreadlords) , para que pudessem continuar a sua cruzada de corrupção e eliminação das raças do universo , agora sob a bandeira de Sargeras . Os Dreadlords tinham prazer em localizar raças primitivas para que seu mestre pudesse corrompê-los . O primeiro dentre os Dreadlords era Tichondrius . Ele serviu Kil’jaeden como um soldado perfeito .
A Archimonde , o segundo tenente Eredar , foi delegada a missão de liderar o vasto exército nas batalhas contra qualquer um que ousasse resistir à vontade do Titã. Ele convocou os maléficos Pit Lords , entidades macabras conhecidas como “os senhores das tumbas ”, e seu líder bárbaro, Mannoroth, o Destruidor , e com a sua ajuda reuniu um exercito de demônios com o único objectivo de destruir toda a vida .
Sargeras se referia a seu crescente exército como a Legião Flamejante (Burning Legion). Incontáveis mundos iriam ser consumidos e queimados na profana Cruzada Flamejante através do universo.

A Chegada a Azeroth e a Guerra com Os Deuses Velhos

- Há milhões de anos atrás –

Sargeras silenciosamente recrutava seu exército do mal . Os Titãs , embora já cientes de sua incurável insanidade , julgavam-no inofensivo e estavam alheios aos reais planos nefastos do Titã Negro . Assim , voltaram suas costas para ele e continuaram sua viagem de mundo em mundo na tentativa de trazer ordem aos caos , moldando novos mundos .

Em sua tarefa de moldar os mundos , os Titãs acharam um pequeno planeta que futuramente viria a ser conhecido como Azeroth .

O trágico histórico de guerras de Azeroth estava prester a começar , a primeira de muitas guerras para sua dominação !!! Assim , os Titãs ao iniciarem seus trabalhos sobre o solo de Azeroth , esbarraram aí com seres nativos denominados elementais , um tanto hostis à presença súbita dos Titãs . Estes seres adoravam um grupo de poderosos indivíduos malignos conhecidos apenas como os “velhos deuses ou deuses antigos” . Os Elementais passaram então a se mobilizar para expulsar os titãs do seu planeta e manter seu mundo inviolado .

O Panteão , perturbado pela súbita resistência local e pela propensão dos seres elementais e de seus deuses , para o mal , iniciou uma guerra contra eles . O exército dos deuses antigos era dirigido por quatro tenentes elementais : Ragnaros, o Senhor do fogo; Therazane, a Mãe da Terra ; Akir, o Senhor do Vento e Neptulon , o Caçador dos Mares . Suas forças malignas colidiram violentamente contra os Titãs . Embora os elementais fossem poderosos além da compreensão mortal , as forças combinadas deles não puderam parar os poderosos Titãs.

Os titãs derrotaram os deuses antigos e os elementais e os baniram para as profundezas inóspitais e frias do subsolo de Azeroth , abaixo da superfície do mundo , local chamado plano abissal , aonde foram aprisionados . Com o fim da guerra a natureza acalmou , e o mundo restabeleceu harmonia e traquilidade . Os Titãs vendo que a ameaça havia sido controlada reiniciaram seu trabalho de moldar Azeroth .

Assim , por muitos e muitos anos os Titãs moldaram o mundo até que ao seu centro nasceu um grande , único e perfeito continente . Ao centro deste continente, os Titãs fizeram um maravilhoso lago cintilante azul , que foi chamado de Well of Eternity ( Fonte ou Poço da Eternidade ) , um lago místico de energia , fonte constante de energia para este novo mundo , do qual todas criaturas do continente poderiam retirar energia para que pudessem crescer , evoluir e prosperar . Com o passar do tempo, plantas, árvores, monstros, e criaturas de todos os tipos começaram a povoar o continente primordial. Como o crepúsculo caiu no dia final de trabalho dos Titãs , eles nomearam o continente de Kalimdor: “terra eterna de luz estrelada”.


A construção de Azeroth .

- Há algumas centenas de anos atrás –

Assim , por muitos e muitos anos os Titãs moldaram o mundo . Montanhas surgiam , oceanos e mares se formavam . Até que ao seu centro nasceu um único e perfeito continente . Ao centro deste grande continente os Titãs fizeram um maravilhoso lago cintilante azul , que foi chamado de Well of Eternity ( Fonte ou Poço da Eternidade ) , um lago místico de energia , fonte constante de energia para este novo mundo , do qual todas criaturas poderiam retirar energia para que pudessem crescer , evoluir e prosperar .



A natureza floresceu , os animais se multiplicaram e milhares de seres de todos os tipos e raças habitaram-no .Com o passar do tempo o continente primordial se tornou colonizado . Como o crepúsculo caiu no dia final de trabalho dos Titãs , eles nomearam o continente de Kalimdor: “terra eterna de luz estrelada”.

Antes de partir para continuarem sua missão no universo, os Titãs selecionaram a mais promissora das espécies de Azeroth , os dragões, como protetores do mundo . Foram escolhidos cinco grandes e poderosos Dragões . Estes majestosos dragões se tornaram verdadeiros representantes do Panteão em Azeroth e compartilhavam uma porção dos poderes dos Titãs .

Eles ficaram conhecidos como os Grandes Aspectos . Aman’Thul , o Grande Pai dos Titãs e do Panteão, deu uma porção de seu poder cósmico para um grande dragão de bronze , Nozdormu . Ele incumbiu Nozdormu de vigiar tempo e ficou conhecido como o Infinito . Eonar, o Titã Gigantesco protetor de toda a vida , deu uma parte de seu poder a um dragão vermelho, Alexstrasza . Desde então, Alexstrasza trabalharia para salvaguardar todas as criaturas vivas deste mundo e foi coroada como a rainha dos Dragões e protetora da vida . Eonar também abençoou a irmã mais jovem de Alexstrasza, um dragão verde chamado Ysera , com uma parcela de influência sobre a natureza . Ysera entrou em sono eterno e foi chamada de a Sonhadora , e vigiaria de cima do selvagem crescente o seu reino verde . Norgannon , o Titã guardião do conhecimento e mestre-mágico, concedera a um dragão azul , Malygos , uma porção de seu vasto poder. Dali em diante, Malygos seria conhecido como o guardião de magia arcana . Por fim , Khaz’goroth , o Titã forjador do mundo , deu algum de seu vasto poder para um dragão negro chamado de Neltharion e ficou conhecido como o Guardião da terra . Assim autorizados , os cinco Grandes Aspectos foram encarregados da defesa do mundo na ausência dos Titãs.

Com os dragões preparados para salvaguardar a criação deles , os Titãs deixaram Azeroth para trás para sempre e foram em busca de novos mundos para moldar . Infelizmente era só uma questão de tempo antes que Sargeras soubesse da existência do mundo recém-nascido. . . .


Última edição por Zackaryn em 5/4/2010, 15:53, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.stefanellotech.hd1.com.br
Zackaryn
Admin
avatar

Mensagens : 101
Data de inscrição : 18/12/2009
Idade : 29
Localização : São Paulo

MensagemAssunto: CAPÍTULO 1- PARTE II   5/4/2010, 15:37

CAPÍTULO 1- PARTE II

Os Primórdios de Azeroth e a Fonte da Eternidade

Há cerca de 10 a 15 mil anos antes da primeira guerra entre orcs e humanos , o mundo de Azeroth era um só continente grandioso ,cercado pelo mar e ficou conhecido como Kalimdor . Ele albergou várias raças e criaturas diferentes que competiam pela sobrevivência entre si . Ao centro do continente estava um lago misterioso de energias incandescentes , chamado de Fonte da Eternidade . Era o verdadeiro coração de energia e magia do mundo e nutria com seu poder todas as formas de vida existentes , embora estas criaturas , racionais ou não , desconhecessem seu poder .



Dentre esses seres , uma tribo primitiva de aspecto humanóide e hábitos noturnos se estabeleceu às margens do lago . Seus habitantes inicialmente ignoravam seu grande poder . A tribo adotou o nome Kaldorei , que significa “as crianças das estrelas” , em sua língua nativa . Os Kaldorei, ou Elfos Noturnos , como eles seriam conhecidos depois , adoravam a deusa da lua, Elune, e acreditavam que ela dormia dentro das profundezas do Lago . Com o passar dos anos e a proximidade de suas moradias à Fonte da Eternidade , o poder cósmico do lago passou a afetar profundamente a tribo, fazendo-os fortes , sábios e virtualmente imortais . Assim acordaram para os poderes do Lago e seus sacerdotes e magos estudaram a fundo a Fonte com uma curiosidade insaciável , buscando desvendar seus segredos .



Como sua sociedade apresentava grande prosperidade e notável crescimento demográfico , os Elfos Noturnos passaram a explorar novas áreas do extenso continente de Kalimdor e a ter contato com novas raças . Encontraram então os Grandes Aspectos do Dragão . Com sua sabedoria , os Elfos descobriram que aquelas criaturas eram os verdadeiros Dragões Guardiões daquele mundo , e que apesar de quase sempre ocultos , já tinham protegido Azeroth de inúmeras ameças até aquela data . Concluíram que o melhor a fazer era manter esta preciosa informação em segredo .

Com o tempo, os Kaldorei adquiriram enorme conhecimento sobre os poderes da Fonte o que lhes permitiu estudar magia arcana . Estes estudos os fizeram entrar em contato com poderosos seres e criaturas de Kalimdor , a maior delas Cenarius , o semideus das florestas . Cenarius construiu uma sólida e sincera amizade com os Elfos , e lhes ensinou uma infinidade de coisas sobre a natureza. Em conseqüência disto, os Kaldorei desenvolveram extrema empatia pelas florestas e pelas coisas da natureza .

A sociedade dos Elfos Noturnos , com os poderes gerados pela proximidade da Fonte , em especial a virtual imortalidade de seus membros , ampliou vastamente seu território e cultura . Seus templos, estradas, e habitações foram espalhados pelo continente .



Azshara, a bela e poderosa rainha escolhida pelos Elfos Noturnos para governar , construiu um imenso e maravilhoso palácio nas margens do Lago , onde convivia dentro de seus corredores com seus empregados pessoais que dispunham de certas regalias , e também maior liberdade de poderes mágicos . Estes servos foram chamados por ela de Quel’dorei ou “Highborne”ou Elfos Superiores . O líder dos Highborne era chamado de Dath’Remar Sunstrider . Todos eles idolatraram a rainha cegamente por todo seu reinado e achavam a si próprios superiores ao resto dos seus irmãos . Embora a Rainha Azshara fosse amada igualmente por todas as pessoas, os Highborne foram invejados e repugnados secretamente pelo resto dos elfos .

A rainha Azshara , com insaciável curiosidade sobre os poderes da Fonte da Eternidade , ordenou aos seus servos pessoais , os Highborne , para estudarem a fundo os segredos e as energias do poço a fim de desvendar seu verdadeiro propósito neste mundo . Os Highborne se enterram em seus trabalhos de estudar o Poço . Por fim , desenvolveram a habilidade de manipular e controlar suas energias cósmicas. Embora eles concordassem que aquela magia era perigosa de controlar , Azshara e seus Highborne se sentiram tentados ao domínio total dos poderes e começaram a praticar os seus feitiços vorazmente . Cresciam mais e mais em poder e passaram a abusar do uso da mágica .



Cenarius e muitos Elfos Noturnos advertiram sobre a calamidade que seria o resultado de brincar com as artes claramente voláteis da magia , mas mesmo assim, Azshara e seus seguidores continuaram obstinadamente a ampliar seus poderes . Com tempo, Azshara e o Highborne foram se distanciando de seus irmãos Kaldorei , tratando-os com progressiva arrogância e indiferença . Malfurion Stormrage , um jovem Elfo Noturno , estudante das artes primitivas do druidismo , e aprendiz de Cenarius , começou a suspeitar que um poder terrível estivesse corrompendo os Highborne e a rainha amada deles. Embora ele não pudesse conceber o mal que estava por vir, ele soube que as vidas dos Elfos Notunros seriam mudadas logo e para sempre. . . .


A Guerra dos Antigos

10.000 anos antes de Warcraft I

A irresponsabilidade dos “HighBorne” viria a trazer conseqüências caras. O uso abusivo e impulsivo da poderosa magia da Fonte da Eternidade enviou ondulações de energia por todo o Universo . As ondulações fluindo pelo cosmos foram captadas e descobertas pela mente demoníaca de Sargeras , o Grande Inimigo de toda a vida . Ele sentiu as ondulações potentes e foi atraído ao seu distante local de origem : Azeroth ! Espiando o mundo primordial de Azeroth e sentindo as poderosas energias da Fonte da Eternidade , Sargeras foi consumido por uma sede insaciável de adquirir aquele poder ilimitado . O que antes havia sido criado pelos poderosos Titãs para criar e semear a vida no planeta , poderia servir agora de fonte de poder infinito para o Titã do Mal destruir o Universo .

Sargeras começou então a preparar a invasão catastrófica de Azeroth . Convocou sua vasta Legião Flamejante (“Burning Legion”) , formada por milhões de demônios caóticos de todos os confim do universo , e iniciou a viagem rumo a Azeroth.

( Do Submundo Inferior - Twisting Nether - a Burning Legion prepara a invasão de Kalimdor . Sargeras ao fundo , com seus tenentes macabros ao lado , e o exército infernal pronto para atacar , à espera da abertura do Portal para Azeroth .)



A Rainha Élfica Azshara , seduzida pelo grande poder mágico de Sargeras (que lhe prometera poderes infindáveis) , acabou vítima de sua própria ambição , e concordou em conceder a Sargeras a entrada para Azeroth . Seus servos Highborne entregaram-se também à corrupção da magia e começaram a adorar Sargeras como deus . Por fim , ajudaram sua rainha Azshara a abrir um grande Portal Mágico para Sargeras e sua Legião Flamejante . ( vide foto acima da Rainha Azshara começando a abrir o portal para a BURNING LEGION )

Assim , a “Burning Legion”, conduzida pelos tenentes macabros de Sargeras , Archimonde e Mannoroth , ultrapassou o portal e iniciou a invasão . As cidades Élficas mais próximas do Lago foram as primeiras a serem arrasadas . Os feiticeiros Eredar , uma vez em Azeroth , invocaram chuvas de meteoros flamejantes infernais, que ao chocarem sobre o solo de Kalimdor libertavam gigantes flamejantes de pedra . O Exército do Mal avançava sobre Kalimdor , rápido e sem encontrar grande resistência , enquanto destruía e queimava tudo e todos em seu caminho . Embora os Elfos Noturnos tentassem se defender , não eram páreo para o Exército de Sargeras .



( Avanço das forças infernais sobre Kalimdor)


Malfurion Stormrage , agora já um conceituado Elfo Druida , há tempos já vinha alertando e condenando o uso ambicioso da magia pelos Highborne , e acompanhava de perto a corrupção crescente dentre eles , inclusive a de seu próprio irmão gêmeo , chamado Illidan , assíduo adepto do uso abusivo das energias da Fonte . Malfurion convenceu-o a abandonar sua obsessão perigosa durante o ataque da Legião e ambos planejaram escapar , juntamente com a sacerdotisa Tyrande Whisperwind , e procurar Cenarius para reunir uma força de resistência.



A sacerdotisa jovem e bonita , concordou em acompanhar os irmãos em nome da deusa Elune. Embora Malfurion e Illidan compartilhassem um amor pela sacerdotisa , o coração de Tyrande já pertencia a Malfurion.

Illidan ficou ressentido em ver seu irmão iniciar um romance com Tyrande , mas a dor de seu coração não era nada comparada à dor da abstinência da Magia dos Highborne que havia abandonado. Illidan , que era dependente das energias mágicas dos Highborne , lutou para se manter controlado a fim de evitá-las , apesar da fome opressiva para consumir as energia da Fonte da Eternidade ao menos mais uma vez . Porém , com o apoio paciente de Tyrande , ele pôde se conter e ajudar seu irmão a achar o semi-deus recluso , Cenarius .
Cenarius , que vivia dentro das Clareira Lunares Sagradas ( Moonglades ) do distante Monte Hyjal , concordou em ajudá-los .



Para isto , Cenarius prcurou os Antigos Dragões Protetores de Azeroth ( os Cinco Grandes Aspectos ) e recrutou-os para a força de resistência . Os Cinco Dragões , conduzidos pelo grande dragão vermelho, Alexstrasza , iniciaram imediatamente o ataque aéreo contra as forças macabras da “Burning Legion” . Cenarius , convocando os espíritos das florestas encantadas, reuniu rapidamente um exército de antigos homens-árvore e os conduziu contra a Legião , em uma surpreendente operação terrestre .

Assim , Malfurion, Illidan e Tyrande , liderando um grande exército de Elfos Noturnos e todos os seus aliados recém convocados , rumaram para a cidade da capital élfica , onde estava o templo de Azshara , às margens da Fonte da Eternidade , e iniciaram um contra-ataque poderoso contra a Legião Flamejante .


Enquanto uma batalha épica e sangrenta assolava a cidade e seu arredores , a rainha élfica traidora , Azshara , esperava ansiosa a chegada de Sargeras . Ele já se preparava para cruzar o Portal Mágico e planejava adentrar no mundo de Azeroth já devastado por seu Exército da Perdição , apenas para consumar a posse das Energias do Lago . Porém com suas dimensões titânicas , seria impossível Sargeras cruzar o portal . Azshara deveria reunir seus mais poderosos seguidores Highborne e unindo as suas magias poderiam criar um portal grande o bastante para Sargeras entrar.

Ao mesmo tempo em que a batalha se intensificava pelos solos devastados de Kalimdor, uma terrível reviravolta de eventos ocorreu . Neltharion, o Aspecto de Dragão Guardião da terra , após lutar furiosamente contra a Legião Flamejante , enlouqueceu e se corrompeu , e dele emergiu um ser escuro de fogo e ódio .

Se auto-denominando Deathwing , o novo dragão flamejante se virou contra seus irmãos dragões voadores no campo de batalha . Feridos e chocados, Alexstrasza e os outros dragões nobres foram forçados a abandonar seus aliados mortais. Malfurion e seus companheiros , grandemente excedidos em número, agora , se encontravam quase sem esperanças .





Malfurion , convencido de a Fonte da Eternidade era a ligação umbilical dos demônios para com o mundo físico, insistiu para que o Lago fosse destruído. A Sociedade dos Elfos Noturnos , sabendo que o Lago era a fonte da sua imortalidade e poderes, ficou horrorizada pela idéia precipitada. Tyrande viu sabedoria na teoria de Malfurion , e convenceu Cenarius e seus aliados a atacar o templo de Azshara para salvar Kalimdor .


A GRANDE FENDA DO CONTINENTE DE KALIMDOR E A DIVISÃO DO MUNDO

Sabendo que a destruição do Lago o impediria de praticar novamente da inebriante magia, Illidan , muito egoísta , abandonou o grupo e teve a idéia advertir os Highborne do plano de Malfurion. Dominado pelo vício pela magia e pelo ciúme de seu irmão com Tyrande , Illidan não sentia nenhum remorso em trair Malfurion e apoiar Azshara . Acima de tudo , Illidan ansiava por proteger a Fonte da Eternidade de qualquer maneira , não importando os meios necessários para isso , nem suas conseqüências .

Com o coração partido pela partida de seu irmão, Malfurion conduziu seus companheiros até o coração do templo de Azshara. No entanto , ao invadirem a câmara de principal do templo , flagraram os Highborne já no meio do seu encantamento final para alargar o portal para o Lord da Burning Legion passar . O feitiço coletivo dos Highborne criou um vórtice instável de poder nas profundezas turbulentas do Poço , enquanto a sombra de Sargeras se aproximava do portal . Malfurion e seus aliados se apressaram em atacar o portal mágico .

Enquanto a batalha transcorria furiosa dentro e fora do templo, Illidan furtivamente apareceu das sombras perto das margens do grande lago e trazendo consigo um jogo de frascos especiais, se ajoelhou e encheu cada um deles com as águas da Fonte . Convencido de que os demônios esmagariam a civilização dos Elfos Noturnos , ele planejava roubar as poderosas águas sagradas e mantê-las só para si .



Azshara, tendo recebido a advertência de Illidan, estava mais que preparada. Quase todos os seguidores de Malfurion tombaram ante os poderes da rainha traidora . Tyrande, enquanto tentava atacar Azshara por trás , foi pega pelos soldados Highborne , sofrendo graves ferimentos . Quando Malfurion viu seu amor cair, ele entrou em um frenesi assassino e estava decidido a acabar com a vida de Azshara . A violenta batalha entre Malfurion e Azshara abalou o delicado feitiço em andamento dos Highborne para alargar o portal . O vórtice instável nas profundidades do Lago explodiu e acendeu uma cadeia catastrófica de eventos que iriam rachar o continente .



A explosão grandiosa destruiu as bases do templo e suas fundações e provocou tremores de terra que logo se tornaram grandes terremotos . Estes , destruíram as bases que sustentavam o solo do continente em toda aquela região central de Kalimdor , que desabou e foi rapidamente engolida pelos águas do mar . Quase oitenta por cento do grande continente de Kalimdor havia sido dinamitado e submergiu numa violência jamais vista desde a época de sua criação .



( visão atmosférica de Azeroth , mostando a grande catástrofe da destruição de Kalimdor primitiva )

Após sua tomada pelas águas , sobraram apenas alguns continentes dispersos entre si e cercados pelo novo e furioso mar. Os três maiores continentes nascentes seriam chamados de Northrend , ao norte , Azeroth , à leste , e Kalimdor , a oeste . Ao centro , daquele novo mar , onde uma vez estava a Fonte da Eternidade , surgiu uma terrível tempestade , de marés furiosas de energia caótica . Esta cicatriz terrível, conhecida como o Maelstrom , nunca mais desapareceria . Permaneceria como uma lembrança constante da terrível catástrofe .

De alguma maneira, contra todas as probabilidades, a rainha Azshara e a elite de seus Highborne conseguiram sobreviver. Torturados pelos poderes que eles tinham libertado, Azshara e seus seguidores foram arrastados para baixo do mar furioso pela implosão da Fonte . Amaldiçoados , eles se transmutaram , assumindo novas formas grotescas , tornando-se as odiosas serpentes Nagas. Lá , no fundo do Maelstrom, as Nagas construíram para elas uma cidade nova, Nazjatar , da qual eles reconstituíram o seu poder. Levaria mais de dez mil anos antes das Nagas revelarem a sua existência para o mundo da superfície.



( Azshara na sua nova forma grotesca maldita )


Monte Hyjal e o Presente de Illidan

Após a grande inundação do supercontinente de Kalimdor ,sua região central submergiu . Como quase todas as cidades élficas foramerguidas às margens da Fonte da Eternidade , elas foram rapidamente engolidas pela força invasora do mar , destruindo quase todos seus habitantes e suas construções milenares . Em poucos minutos , uma civilização milenar quase foi extinta .

Algumas dezenas de Elfos Noturnos que sobreviveram à terrível explosão escaparam da região submersa com barcos e
navegaram para oeste para a única terra que ainda avistavam . O novo continente, a oeste , viria a receber também o nome de Kalimdor , em homenagem ao continente primordial destruído . De alguma maneira Malfurion, Tyrande, e Cenarius tinham
sobrevivido ao grande cataclisma e ainda ajudaram a conduzir os elfos sobreviventes e estabelecer um novo reino para os seus semelhantes . Dentre os Elfos Noturnos sobreviventes havia alguns Highborne que sobreviveram ao cataclismo , sem
sofrer a mesma maldição da rainha traidora e de seus subordinados íntimos . À medida em que viajavam em silêncio, inspecionavam os destroços de seu mundo e perceberam como suas paixões por magia e sabedoria tinham levado à grande
destruição do mundo ao redor. Embora a destruição da Fonte tivesse dizimado a Legião Flamejante , além de impedir o acesso de Sargeras ao mundo de Azeroth pela destruição do portal , o custo da vitória havia sido muito alto .



Chegando ao continente remanescente de Kalimdor , guiados por seus heróis , eles descobriram que a floresta de Ashenvale , o lar de Cenarius , e o Monte Hyjal , a montanha sagrada , tinham sobrevivido à catástrofe . Procurando uma nova terra , Malfurión e os Elfos Noturnos se dirigiram ao Monte Sagrado Hyjal e subiram no seu ponto mais alto .

De lá avistaram um belo vale em suas encostas e para lá se dirigiram para se estabelecer em suas planícies . Eles desceram então os declives do Hyjal e lá se fixaram . Ali acharam um lago pequeno e tranqüilo.

Para horror e espanto de todos perceberam que as águas do lago emanavam uma poderosa magia , semelhante a da extinta Fonte da Eternidade . Como seria possível isto , se antes nada havia lá a não ser um lago comum ???!!!

Conforme já relatado acima , durante a batalha sangrenta que levou à destruição da Fonte , Illidam sorrateiramente carregou consigo os frascos cheios de águas mágicas da Fonte , convencido de que a Burning Legion esmagaria toda a civilização dos Elfos Noturnos . Assim , ele planejava manter as poderosas águas sagradas só para si . Illidan, tendo sobrevivido à grande implosão do antigo continente , havia alcançado o ápice do Monte Hyjal antes de Malfurion e os Elfos . Para preservar no meio ambiente a energia mágica da Fonte da eternidade , Illidan derramou as águas dos frascos no lago montanhês do Hyjal . As energias potentes da Fonte da Eternidade logo se difundiram e se espraiaram no lago , formando uma nova Fonte da Eternidade . Illidan triunfante , acreditava que o novo lago mágico seria sua fonte exclusiva de poder e magia e um legado às gerações futuras . Ele ficou chocado quando viu que Malfurion e os Elfos , tendo sobrevivido , se assentaram nas margens do lago do monte Hyjal . “Que terrível coincidência” , pensou Illidan .

Malfurion logo cruzou com Illidam nas margens do lago e compreendeu como o poder da Fonte havia sido preservado e
reintroduzido naquele lago outrora normal . Novamente tentou argumentar com seu irmão que aquela magia caótica conduziria inevitavelmente à corrupção de todos e à atração de novas forças maléficas de outras dimensões . Ainda assim Illidan
recusou-se a renunciar seus poderes mágicos e a abrir mão do uso das magias das águas que salvara . Sabendo bem aonde as idéias cruéis de Illidan poderiam conduzir , Malfurion decidiu acabar de uma vez por todas com o poder de seu irmão insano .

Com a ajuda de Cenarius, Malfurion prendeu Illidan dentro de uma prisão subterrânea onde ele permaneceria preso e
impotente até o fim dos tempos. Para assegurar a retenção de seu irmão, Malfurion autorizou a jovem guardiã elfa , Maiev Shadowsong , a ser a carcereira pessoal de Illidan.


Os Elfos Noturnos cogitaram em destruir a nova “Fonte da Eternidade” , mas preferiram manter o lago intocado , temendo que uma catástrofe ainda maior que a primeira destruísse o mundo . Porém , Malfurion declarou que eles nunca mais praticariam novamente as artes da magia com aquelas águas . Sob os ensinamentos de Cenarius , eles começaram a estudar as artes antigas do druidismo que os permitia curar a terra machucada e a recuperar a vitalidade de suas amadas florestas na base do Monte Hyjal.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.stefanellotech.hd1.com.br
Zackaryn
Admin
avatar

Mensagens : 101
Data de inscrição : 18/12/2009
Idade : 29
Localização : São Paulo

MensagemAssunto: CAPÍTULO 1 - PARTE III   5/4/2010, 15:50

CAPÍTULO 1 - PARTE III


A Árvore Mundial e a Esmeralda dos Sonhos - 9.000 anos antes de Warcraft I -

Por muitos anos, os Elfos Noturnos trabalharam incansavelmente para reconstruir sua pátria antiga. Deixando seus templos destruídos e as ruínas das cidades que mal sobreviveram à grande catástrofe ,eles construíram suas casas novas entre as árvores verdes e as colinas sombreadas à base do Hyjal.

Há 9000 anos antes da primeira guerra entre humanos e orcs , os grandes dragões guardiães que tinham sobrevivido apareceram dos seus esconderijos . Alexstrasza , Ysera e Nozdormu pousaram nas clareiras druidas na floresta em que se reeguia a nação élfica e constataram os frutos dos trabalhos de reconstrução da nação dos Elfos Noturnos . Malfurion , que tinha se tornado um arque-druida de imenso poder, cumprimentou os dragões poderosos e lhes confidenciou sobre a criação do novo “Well of the Eternity” , através dos frascos de Illidam , roubados pouco antes da destruição da Fonte da eternidade .
Os grandes dragões ficaram alarmados por ouvir essas notícias e afirmaram que enquanto o novo Lago da eternidade existisse , a Legião Flamejante poderia um dia retornar de surpresa ao mundo mais uma vez.

Malfurion e os três dragões fizeram um pacto para manter o Lago seguro e assegurar que os agentes da “Burning Legion” nunca mais achassem um modo de
invadirem seu mundo. Alexstrasza colocou uma única , e encantada esfera no fundo do Lago da Eternidade . A esfera , ativada pelas águas potentes e
mágicas, deu vida a uma árvore colossal. As raízes da poderosa árvore cresceram nas águas do lago , e sua copa verde parecia raspar o telhado do céu.



Os Três Dragões sobreviventes , sob o olhar de Tyrande e Malfurion , assistem o florescer da Grande Árvore Nordrassil , emergindo das águas místicas do novo lago da eternidade , nas encostas do Monte Hyjal .


A imensa árvore seria um símbolo perpétuo do laço dos Elfos Noturnos com a natureza, e suas energias se estenderiam para curar o resto do mundo , com o passar das
eras . Os Elfos deram para sua Árvore Mundial o nome de Nordrassil que significava “coroa dos céus” na língua nativa deles.



Nozdormu , colocou um encanto na Árvore Mundial para assegurar que enquanto Nordrassil existisse , os Elfos nunca envelheceriam ou cairiam doentes. Ysera , também colocou um encanto na Árvore Mundial , unindo-a ao seu próprio reino etéreo conhecida como o Sonho de Esmeralda . O Sonho de Esmeralda, um vasto mundo de espíritos , existia fora dos limites do mundo físico . Desta dimensão Ysera poderia regular o caminho evolucionário da natureza e do próprio mundo. Os Elfos Noturnos druidas , inclusive o próprio Malfurion , foram ligados ao reino etéreo do Sonho Esmarealda pela Árvore Mundial . Como parte do pacto místico, os druidas deveriam hibernar periodicamente , durante os séculos , de forma que seus espíritos pudessem vagar nos caminhos infinitos das Estradas do Mundo Onírico de Ysera. Embora os druidas tivessem
que perder vários anos de suas vidas hibernando, eles concordaram com o trato feito com Ysera , a fim de manter seus privilégios de sabedoria e imortalidade .




O Exílio dos High Elfs

- 7.300 anos antes de Warcraft I -

Com o passar dos séculos, a nova sociedade dos Elfos Noturnos novamente cresceu e se expandiu ao longo do continente de Kalimdor ,sobretudo na floresta que eles vieram a chamar de Ashenvale , região a oeste do Monte Hyjal e da Árvore do Mundo .



Muitas das criaturas e espécies que eram abundantes antes da Grande Divisão do Mundo , como os Furbolgs e os Quilboars , reapareceram e floresceram na terra. Debaixo da liderança benevolente dos druidas, os Elfos Noturnos desfrutaram de uma era de paz e tranqüilidade sem precedentes , sob o testemunho das estrelas .

Neste ambiente de prosperidade e harmonia havia os sobreviventes dos “Highborne” ou Elfos Superiores , que embora fossem nada mais que Elfos Noturnos e convivessem normalmente com seus irmãos , cresceram inquietos e com saudosas recordações dos tempos do uso livre da magia . Admiravam Illidan por ter preservado as águas mágicas da Fonte da Eternidade e secretamente mantinham desprezo pelos demais Elfos Noturnos a quem viam como inferiores pelo fato de não usufruírem das energias da nova Fonte .

O antigo líder dos “Highborne” , chamado Dath’Remar Sunstrider passou a pregar abertamente a todos o uso da magia do lago e ridicularizava os druidas publicamente, chamando-os de covardes por recusar a usar as magias que ele falava que eram de todos por direito e herança de Illidam . Malfurion e os druidas ignoraram os argumentos de Dath’Remar e advertiram o “Highborne” que qualquer uso de magia seria punido severamente com a morte.

Em uma insolente e infortunada tentativa de convencer os druidas a rescindir a lei anti-magia , Dath’Remar e seus seguidores invocaram uma terrível tempestade mágica em Ashenvale , a partir dos poderes das águas do lago.



Tempestade Mágica provocada pelos Highborn , nas águas mágicas do lago


Os druidas se indignaram . Reuniram-se e decidiram punir os “Highborne” pela grande infração cometida e pela exposição a todos ao perigo do retorno da “Burning Legion” .
Optaram por não exterminá-los juntamente com suas famílias , mas devido à gravidade do delito sentenciaram todos os “Highborne” ao exílio eterno . Por mais doloroso que fosse exilar irmãos de sangue , a civilização élfica e o mundo de Azeroth não poderiam correr o risco de uma nova catástrofe , pela irresponsabilidade de alguns poucos viciados em magia .

Dath’Remar e seus seguidores subiram a bordo de vários navios à vela e saíram pelos mares , rumo ao extremo leste , em busca de novas terras . Embora nenhum deles soubesse o que os esperavam além das águas do furioso Maelstrom, os “Highborne” estavam ansiosos para estabelecer sua própria pátria , aonde eles
poderiam praticar suas magias livremente . Mas como iriam praticar magia , se estariam tão longe da nova Fonte da Eternidade ? Dath’Remar tinha secretamente em sua posse um dos frascos de Illidam , cheio das águas mágicas da primeira fonte da eternidade : isso deveria ser suficiente para criar um novo poço mágico na nova pátria , possibilitando-os de exercer a magia .



Exílio dos Highborn : Dath’Remar , seus seguidores e suas famílias , expulsos de Kalimdor , iniciam sua jornada além-mar



As Sentinelas e a Longa Vigília


Com a partida de seus primos exilados , os Elfos Noturnos voltaram sua atenção à sua pátria em reconstrução . Os druidas, sentindo que seu tempo de hibernação estava cada vez mais perto, preparavam-se para dormir e deixar para trás seus familiares e amigos . Tyrande , que tinha se tornado a Alta Sacerdotisa de Elune , falou para seu amor, Malfurion, não ir para o Sonho de Esmeralda de Ysera . Mas Malfurion honrou seu acordo e entrou nas Estradas do Mundo Onírico . A sacerdotisa despediu-se e jurou que eles nunca estariam longe se se mantivessem fiéis ao verdadeiro amor .

Deixada só para proteger Kalimdor dos perigos do novo mundo, Tyrande juntou uma poderosa força de defesa nas florestas élficas , constituída por suas irmãs Elfas Noturnas , exímias guerreiras e druidas . Elas foram conhecidas como as destemidas mulheres guerreiras e , empenharam-se na defesa de Kalimdor : “As Sentinelas” , foi como ficaram conhecidas . Patrulhavam constantemente as florestas sombrias de Ashenvale e arredores .




O semi-deus Cenarius permaneceu próximo ao Monte Hyjal . Seus filhos , conhecido como os “Keepers of the Grove” ( ou também como os Protetores das Florestas ) , permaneciam zelando pelos Elfos Noturnos e estavam sempre prontos para ajudar as Sentinelas a manter paz na terra. Até mesmo as filhas tímidas de Cenarius, as dryads, estavam aparecendo ao ar livre com mais freqüência.

A tarefa de policiar Ashenvale manteve Tyrande ocupada, mas sem Malfurion ao lado dela, ela teve pouca alegria. Com o passar dos séculos enquanto os druidas dormiam ela cultivava seu medo de uma segunda invasão demoníaca . Ela não podia parar de pensar que a Legião Flamejante ainda estava lá fora , além da Grande Escuridão do céu, tramando sua vingança contra os Elfos Noturnos e o mundo de Azeroth.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.stefanellotech.hd1.com.br
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Capítulo 1   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Capítulo 1
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» [Recrutamento] Seeking Online - Capítulo 1: Aurora e Pecado
» Capítulo 2 - Uma Noite na Taverna
» [Apresentação] Singela Dualidade - Capítulo I
» Capítulo 1 - A Invasão
» Long-gone London: Capítulo V – A fuga para um novo começo

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Guilda Harbingers of Chaos :: World of Warcraft :: História World of Warcraft-
Ir para: